Pastore Car Collection

ver filtros
Categorias
Fabricante
Ano
Opcionais

GM Chevette L

Cancelar oferta

Oferta para o veículo Chevette L 1993

Cancelar compartilhamento

GM Chevette L

  • Informações Gerais

    Marca: GM
    Modelo: Chevette L
    Ano Fabricação/Ano Modelo: 1993/1993
    Cor: Cinza Austin
    Portas: 2
    Quilometragem: 127.615
    Dimensões - Comp./Largura/Altura (mm): 4193/1570/1324
    Ocupantes: 5
    Valor: R$ 25.000,00

  • Mecânica e Segurança

    Combustível: Gasolina
    Motor: 1.6/S
    Potência: 78 CV
    Velocidade Máxima: 151 km/h
    Câmbio: Manual - 5 velocidades
    Tração: Traseira
    Aceleração 0-100km/h: 14,8 segundos
    Freios: Disco Dianteiro e Tambor Traseiro
    Rodas: R13

  • Acessórios/Opcionais

    Ar Condicionado: Sim
    Sistema de Som: Rádio AM/FM + CD Player + MP3

  • Informações Extra

    País de Origem: Brasil

ATENÇÃO! Devido a grande rotatividade em nosso estoque, se faz necessário a consulta diretamente em nossa loja para certificar de que o veículo ainda se encontra sob nossos cuidados. O valor do anúncio deve ser confirmado, pois o mesmo pode ter sido ajustado em nossa loja e ainda não ter sido modificado neste site. Obrigado pela compreensão. Pastore Car Collection.

Observações

Chevrolet Chevette L 1993/1993 na cor Cinza Austin. Veículo em bom estado de conservação! Este veículo ainda conta com vidros elétricos, alarme com interface e ar condicionado.

Motor longitudinal, 4 cilindros em linha, 1.6L (1.599 cm³). Potência: 78 cv a 5.200 rpm e torque de 12,6 Kgfm a 3.200rpm

Uma revisão no estilo do Chevette foi feita 1987: para-choques envolventes de plástico, grade integrada a ele, lanternas maiores. Surgia a versão superior SE, com instrumentos redesenhados, luzes para controle de consumo e bancos com encosto de cabeça separado, enquanto a SL perdia equipamentos. Era uma manobra para driblar o controle de preços do governo federal pelo Plano Cruzado, que não permitia aumentar o valor das versões existentes. O quatro-portas e o Hatch deixavam de ser produzidos. Em março o Chevette chegava ao milhão de unidades.

O motor 1.6 era retrabalhado para 1988, passando a se chamar 1.6/S: recebia pistões e bielas mais leves e novo carburador para alcançar 81 cv e 12,9 m.kgf (álcool) ou 78 cv e 12,6 m.kgf (gasolina). O SE passava a se chamar SL/E, padronizado às linhas Monza e Opala. No ano seguinte o Chevette ganhava a companhia do Kadett, em um dos primeiros casos de duas gerações conviverem no mercado brasileiro — mas não seria substituído pelo novo carro, que custava bem mais. Apenas a Marajó dava lugar à Ipanema, derivada do Kadett.

Outros veículos sugeridos: