Pastore Car Collection

ver filtros
Categorias
Fabricante
Ano
Opcionais
Vendido

Puma GTS 1600

Puma GTS 1600

  • Informações Gerais

    Marca: Puma
    Modelo: GTS 1600
    Ano Fabricação/Ano Modelo: 1974/1974
    Cor: Vermelho
    Portas: 2
    Conversível: Sim
    Quilometragem: 90.600
    Dimensões - Comp./Largura/Altura (mm): 4000/1585/1160
    Ocupantes: 2

  • Mecânica e Segurança

    Combustível: Gasolina
    Motor: 1.6
    Potência: 70 CV
    Velocidade Máxima: 154 Km/h
    Câmbio: Manual - 4 Velocidades
    Tração: Traseira
    Aceleração 0-100km/h: 15,1 Segundos
    Rodas: R13

  • Acessórios/Opcionais

    Trio Elétrico (Vidro, trava e espelho elétrico): Vidros Elétricos

  • Informações Extra

    País de Origem: Brasil

ATENÇÃO! Devido a grande rotatividade em nosso estoque, se faz necessário a consulta diretamente em nossa loja para certificar de que o veículo ainda se encontra sob nossos cuidados. O valor do anúncio deve ser confirmado, pois o mesmo pode ter sido ajustado em nossa loja e ainda não ter sido modificado neste site. Obrigado pela compreensão. Pastore Car Collection.

Observações

Puma GTS 1600, ano 1974/1974 na cor Vermelha, veículo em raro estado de conservação, todo revisado e com tudo funcionando!
Motor Traseiro Longitudinal, 1.6 litros (1584 cm³) com potência de 70 cv a 4700 rpme torque de 12,3 kgfm a 3000 rpm
A Puma surgiu em 1964 como um sonho de Rino Malzoni e transformou-se em referência nacional e internacional no segmento de esportivos. O protótipo esporte idealizado por Malzoni foi o início do projeto encampado por Milton Masteguin, Mário César Camargo Filho e Jorge Lettry. Eles formaram uma sociedade, denominada Automóveis Lumimari Ltda, que tinha uma oficina na Avenida Presidente Wilson, em São Paulo.
Os primeiros carros feitos pela equipe foram denominados DKW-Malzoni e usavam motor de três cilindros de 60 cv de potência. A carroceria era feita em fibra de vidro, bem mais leve que as chapas de aço, e compensava a pouca potência do motor. O carro participou de várias competições, obtendo bons resultados. Em 1966, a empresa adotou a razão social Puma Veículos e Motores Ltda e o DKW-Malzoni recebeu o nome de Puma GT.
No ano seguinte, a Volkswagen absorveu a Auto Union, e a Vemag (DKW) passou ao controle da montadora alemã. O Puma, que até então tinha mecânica do DKW, começou a ser montado sobre chassi do Karmann Ghia. O motor era o VW 1500, que tinha 60 cv de potência. Depois, em 1970, o Puma GT ganhou motor VW 1600, de 70 cv, que fazia o carro alcançar os 170 km/h de velocidade máxima na versão coupé. Vieram em seguida os kits para aumentar a potência do motor e, em 1971, surgiram as versões 1600 GTS e GTE. Em 1972, foi lançado o Puma GTB, com mecânica de Opala 4.100.

Puma GTS - 1974 (1).JPG

Outros veículos sugeridos: