Pastore Car Collection

ver filtros
Categorias
Fabricante
Ano
Opcionais
Vendido

VW Santana Executivo

Fechar Vídeo

VW Santana Executivo

  • Informações Gerais

    Marca: VW
    Modelo: Santana Executivo
    Ano Fabricação/Ano Modelo: 1990/1990
    Cor: Vermelho Monarca
    Portas: 4
    Quilometragem: 80.955
    Dimensões - Comp./Largura/Altura (mm): 4527/1695/1402
    Ocupantes: 5

  • Mecânica e Segurança

    Combustível: Gasolina
    Motor: 2.0i
    Potência: 125 CV
    Velocidade Máxima: 169,2 Km/h
    Câmbio: Manual - 5 Velocidades
    Tração: Dianteira
    Aceleração 0-100km/h: 11,5 Segundos
    Freios: Disco Dianteiro e Tambor Traseiro
    Rodas: Liga Leve R14
    Direção Hidráulica: Sim

  • Acessórios/Opcionais

    Bancos: Recaro
    Ar Condicionado: Sim
    Trio Elétrico (Vidro, trava e espelho elétrico): Sim
    Sistema de Som: Rádio AM/FM + Toca Fitas - Volksline ETR T

  • Informações Extra

    País de Origem: Brasil

ATENÇÃO! Devido a grande rotatividade em nosso estoque, se faz necessário a consulta diretamente em nossa loja para certificar de que o veículo ainda se encontra sob nossos cuidados. O valor do anúncio deve ser confirmado, pois o mesmo pode ter sido ajustado em nossa loja e ainda não ter sido modificado neste site. Obrigado pela compreensão. Pastore Car Collection.

Observações

Volkswagen Santana Executivo 1990/1990 na cor Vermelho Monarca. Veículo em raro estado de conservação. Único dono (Proprietário foi dono de concessionária VW). Todas manutenções, peças e serviços, realizados na mesma concessionária VW;
- Manual veículo, Manual do rádio com cartão de código, chave copia, vários documentos de rodar,
- Placas de alumínio datadas de 1996 com lacre de chumbo,
- Pneus Pirelli P600 originais do veículo substituído pelo proprietário com 20 mil km. Acompanha 4 pneus Michelin novos;
- Estepe Pirelli P600 sem uso;
- Tapetes em carpete original do santana ex e de borracha original VW para proteção;
- Todos vidros originais com selos de fábrica;
- Conjunto óptico, lanterna, piscas originais;
- Manopla, volante com couro original de fábrica;
- Rodas BBS na cor dourada sem restauração;
- Foram produzido 5.000 unidades, atualmente registrados pouco mais de 600 unidades;

Motor dianteiro, longitudinal, 4 cilindros em linha, 1 984 cm³, 82,5 x 92,8 mm, injeção eletrônica, potência de 125 cv a 5.800 rpm, torque de 19,5 mkgf a 3.000 rpm.

O Santana mais marcante da "primeira" geração era o EX, ou Santana Executivo, uma série limitada com motor 2.0 equipado com a injeção analógica Bosch LE-Jetronic vinda do Gol GTi, a potência bruta era de 125 cv, mas líquidos eram 114 cv, nessa época a Volkswagen usava a artimanha da potência bruta para fazer o Santana mais potente que o concorrente, o Monza 500 E.F. que chegou ao mercado semanas antes. Oferecido apenas nas cores preta, azul e vinho, trazia diferencias em relação ao GLS, aerofólio traseiro com brake-light integrado, grade igual ao dos últimos modelos alemães, para-choques com pintura parcial na cor da carroceria, brilhante no preto sem pintura, lanternas fumê, antena de teto, frisos e emblemas eram na cor cinza e não cromado, além das rodas raiadas BBS que podiam receber pintura na cor dourada. No interior, bancos Recaro, volante de menor diâmetro também revestido em couro, assim como o pomo da alavanca de câmbio, a iluminação dos instrumentos era vermelha. No EX, vieram ainda os esperados discos de freio ventilados, custava 60% mais que um GLS e era o carro de linha mais caro do Brasil àquela altura.

Outros veículos sugeridos: